Este é o trabalho do Monge: desejar e rezar para apressar a vinda do Reino de Deus

Homilia de D. Bernardo Bonowitz para a festa da Apresentação do Senhor no Templo A espera de Simeão e Ana no templo não pode ser comparada à espera passiva e entediada de dois passageiros numa rodoviária, aguardando a hora para embarcar no ônibus. Nem seria suficiente pensar em sua espera como a espera do administrador … Continue lendo Este é o trabalho do Monge: desejar e rezar para apressar a vinda do Reino de Deus

A Família Cisterciense: uma comunidade de comunidades

Solenidade dos Santos Fundadores de Cister26 de janeiro de 2020 Os santos abades Roberto, Alberico e Estêvão, os pais de nossa Ordem, lançaram os alicerces de uma muito fecunda família espiritual e de uma não menos fecunda tradição espiritual, ainda hoje vigorosa na Igreja. Além de seu papel de fundadores, os três monges foram os … Continue lendo A Família Cisterciense: uma comunidade de comunidades

Trapa feminina de Rio Negrinho: "Verdadeiramente, o Senhor está neste lugar"

D. Bernardo Bonowitz Homilia para a celebração dos dez anos do início da fundação da Trapa feminina de Nossa Senhora de Boa Vista 10 de janeiro de 2010 — 10 de janeiro de 2020Rio Negrinho, SC Estamos celebrando, dentro da oitava da Epifania, o décimo aniversário da chegada das monjas trapistas no Brasil. Epifania significa … Continue lendo Trapa feminina de Rio Negrinho: "Verdadeiramente, o Senhor está neste lugar"

"Põe-te em pé, Jerusalém, porque a tua luz é chegada"

Santo Elredo de Rievaulx, abade3° Sermão para a Epifania Põe-te em pé, resplandece, Jerusalém, porque a tua luz é chegada (Is 60,1). Esta é a Jerusalém que o Senhor Jesus constrói com pedras vivas, e que tende a contemplá-lo, crendo firmemente que na sua visão há de encontrar a bem-aventurança futura. Esta Jerusalém é a … Continue lendo "Põe-te em pé, Jerusalém, porque a tua luz é chegada"

"Eu irei onde ele está, mas ele não poderá voltar para mim"

Missa do Galo (Noite de Natal, 2019)Homilia de D. Bernardo Bonowitz Os nossos padres cistercienses viviam imersos em duas realidades: a pessoa de Jesus e a palavra bíblica. Estes eram os dois assuntos que continuamente ocupavam suas mentes e seus corações. Por esta razão brotavam em seus escritos conexões inesperadas entre um texto bíblico e … Continue lendo "Eu irei onde ele está, mas ele não poderá voltar para mim"

A força do monge está na sua fraqueza

Homilia de D. Bernardo Bonowitz para a profissão simples de um irmão,na solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria Recentemente lemos em nosso refeitório o livro “Deus ou Nada”, do Cardeal Robert Sarah com o jornalista Nicolas Diat. Isso me levou à descoberta de outro livro de Nicolas Diat, recentemente publicado na França: “Tempo para … Continue lendo A força do monge está na sua fraqueza

Do coro dos monges se eleva um clamor

Em Cister, a saudação angélica do “Missus est” abre o Tempo do Advento É tarde de sábado. Sábado, que em um mosteiro é um dia de trabalho especialmente intenso: arrumar a igreja, preparar a liturgia e ensaiar os cantos, limpar a lâmpada do Santíssimo... Afinal, o sábado é a parasceve dos monges, a preparação para … Continue lendo Do coro dos monges se eleva um clamor