Nesta Páscoa, sejamos um sacramento de Deus uns para os outros

A Páscoa do túmulo vazio: privados da participação nas grandes celebrações litúrgicas, Deus nos chama a sermos, nós mesmos, Sacramentos Vivos uns para os outros.

A Ressurreição de Jesus Cristo é o mistério fundamental de nossa fé. Esperaríamos encontrar, na missa deste Domingo da Ressurreição, uma leitura manifestando o Cristo vitorioso e glorificado. Mas o que escutamos é o relato de um misterioso túmulo vazio, com a pedra enorme removida. Uma imagem eloquente para o tempo atual. Ainda assim, a Palavra de Deus é uma Boa Nova, comunicando luz e força ao nosso tempo dramático e nebuloso.

A enorme pedra removida e o túmulo aberto e vazio nos dizem que a morte não tem a última palavra. Há uma saída! Onde se encontra, afinal, Aquele que estava dentro do túmulo? Está oculto na figura de um jardineiro, ou de um companheiro numa viagem de Jerusalém a Emaús. Ele está ativamente presente entre seus discípulos, e dentro deles.  

Para os discípulos de Emaús ele explicou todas as passagens da Sagrada Escritura, de como era necessário que o Messias sofresse todas estas coisas para entrar na sua glória. Pouco adiante, aos mesmos discípulos Ele revelou-se na fração do pão, e os animou a percorrer com entusiasmo os onze quilômetros de volta a Jerusalém, para comunicar aos apóstolos que Ele estava vivo.  

Certamente Cristo não está no túmulo. Ele está falando a nós na Escritura, alimentando-nos nos Sacramentos, transformando-nos na Eucaristia, capacitando-nos para sermos Sacramentos d’Ele, anunciando a Boa Nova com nossa vida, nosso serviço, nosso perdão e nosso amor.

Talvez a visão de Cristo triunfante e glorioso esteja reservada para o Fim dos Tempos. Contudo, Cristo Ressuscitado está ativamente presente entre nós e em nós na Sagrada Escritura, nos Sacramentos, e especialmente nos nossos irmãos e irmãs.

Eis uma missão fundamental para nós hoje, em tempos de pandemia e confinamento, em que a grande maioria dos Cristãos está privada da participação nos Sacramentos: sermos, nós mesmos, sacramentos vivos de Cristo uns para os outros. ⊕

7 comentários sobre “Nesta Páscoa, sejamos um sacramento de Deus uns para os outros

  1. Somente Cristo Ressuscitado e vivo entre nós pode nos dar a consolação de que precisamos. O tempo urge para a busca de uma profunda mudança de vida e o lançar-se no caminho de configuração à vívida Luz que é Cristo. Louvamos e bendizemos a Deus pelos monges do Caminho Cisterciense por não permitirem que as águas de nossas fontes cheguem ao fim e que não se nos apague a luz do olhos. Somos felizes por ser parte desta família encantada pela vida monástica. Um abraço a todos!

    Curtido por 3 pessoas

  2. Vivemos uma época atípica esse ano na Páscoa referente a pandemia que estamos passando.
    Posso dizer por mim, participei de todas as leituras, evangelhos desde o domingo de Ramos até a ressurreição e foi algo realmente diferente onde no domingo de Ramos saudamos Jesus Cristo acreditando que nele depositamos todas as nossas esperanças de tudo vai melhorar, depois vivemos a partilha, o momento de humildade com Jesus Cristo, e na santa ceia. E na sexta vivemos a paixão, a paixão de Jesus Cristo tem em nós na humanidade e como um cordeio se coloca em sacrifício para remissão de nossos pecados, os pecados da humanidade. No domingo da ressureição vivenciamos túmulo vazio.
    E neste contexto de cenário que passamos, que não pudemos participar ativamente todas as vivências dentro da igreja, os símbolos ….
    Mas precisamos resgatar um jesus Cristo dentro de nós no momento familiar, uns aos próximos.
    Então chego a reflexão que esse momento que que tivemos de isolamento social a união familiar… acredito que todo este processo para dentro de nossa casa que trata se a casa mesmo como uma igreja em que cada um de nós somos Membros, nós todos precismaos estar com coração bem aberto para reconhecer o próximo estar em convívio familiar onde a fé de todos precisa ser fortalecida que em nossa própria casa temos um túmulo vazio uma casa vazia . E acreditar que nada é possível, muito pelo contrário temos que acreditar que tudo é possível e que estamos desgastando essa fé dentro do nosso coração vazio que devido está fé está ressuscitando.
    Tudo faz com que removamos essa pedra do nosso coração, essa amargura para resgatar esse amor que está com toda esta vida mundana
    Temos que deixar e fazer renascer em nossos corações toda a fé na humildade ao próximo e familiar. Fazendo assim reavivar Nosso amor e fé em Deus!!

    Curtido por 2 pessoas

  3. “[…] sermos, nós mesmos, sacramentos vivos de Cristo uns para os outros. ⊕” Uma afirmação muito profunda que, na prática, pode significar o curar, salvar, proteger aos demais por meio e por causa de Jesus.

    Curtido por 3 pessoas

    • E creio, Guilherme, que é exatamente isto que Deus está mostrando ao mundo, ele está nos dando essa chance de reconhecer nossos erros nossos pecados, e sermos redimidos por ele .:.. porque só ele é a verdade, caminho e vida !!!

      Curtido por 1 pessoa

  4. “A Páscoa do túmulo vazio”… Cristo quis ensinar-me nesta Páscoa que é preciso deixar o túmulo vazio para ressuscitar, isto é, esvaziar o próprio coração, repleto de frugalidades, futilidades e tudo mais que seja supérfluo e contrário ao Senhor. Deixar o túmulo vazio é o que estamos aprendendo a fazer nessa pandemia, como disse a colega Ana Paula no comentário acima.
    No entanto, antes de ressuscitar , se faz necessário transformar o túmulo vazio em coração ardente, repleto de Cristo; o Senhor vem nele habitar, com o Espírito Santo Paráclito, assim, por meio da Palavra e ao partir o pão eu poderei reconhecê-lo em mim.

    Curtido por 2 pessoas

    • Exatamente Roberto, tirar a pedra do nosso coração, a amargura para resgatar o amor em Cristo principalmente nos redimindo de nossos pecados, pois por eles Jesus morreu por nós. Temos que renascer nossos corações de de e humanidade ao próximo, fazendo se imagem e semelhança de Deus 🙏🙏

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s