S. Amadeu de Lausanne (1110-1159), o monge trovador da Santíssima Virgem

Amadeu de Clermont, Amadeu de Bonnevaux, Amadeu de Hautecombe, e, finalmente, Amadeu de Lausanne… Muitos são os nomes deste monge de clausura que a providência tornou um peregrino no serviço de Deus e no pastoreio das almas.

De linhagem nobre, nasceu em 1110 na casa real da Francônia. Quando sua mãe faleceu, seu pai, o Lorde Amadeu de Clermont, homem de profunda fé, decide ingressar no mosteiro cisterciense de Bonnevaux1, levando consigo seu filho (também chamado Amadeu) e dezesseis companheiros da cavalaria. O pequeno Amadeu contava então com onze anos de idade.

Após um breve tempo em Bonnevaux, seu pai parte com ele para Cluny, e em seguida para a corte de seu parente Conrado de Hohestaufen (futuro Conrado III, Imperador do Sacro Império Romano Germânico), que o confiou a mestres habilidosos. Retornando ao mosteiro de Bonnevaux, lá permaneceu até concluir sua formação monástica.

Em 1125, aos quinze anos de idade, se transfere para o mosteiro de Claraval, onde é recebido pelo próprio São Bernardo. Claraval havia se tornado o destino favorito de uma multidão de jovens cavaleiros dispostos a trocar as glórias da cavalaria terrestre pela “cavalaria espiritual de Cister”.

Por catorze anos Amadeu viveu em Claraval, sob a tutela direta de seu abade. Tal era a confiança de S. Bernardo no potencial deste jovem que, aos 29 anos, ele foi enviado para ser abade do mosteiro de Hautecombe2, casa-filha de Claraval.

43105382
Abadia de Hautecombe

O talento de Amadeu de Hautecombe como pai espiritual e diretor de almas irradiou para além da esfera da Ordem Cisterciense, e aos trinta e quatro anos ele foi nomeado bispo da turbulenta diocese de Lausanne, que estava em pé-de-guerra e cujo bispo havia acabado de ser deposto. Os fiéis de Lausanne não poderiam estar mais contentes com essa escolha, pois a santidade e o vigor espiritual de seu novo bispo conduziu o povo aos altos graus da virtude e da justiça, tornando-a uma referência para todas as dioceses vizinhas. Daí se confirma a intuição de S. João Paulo II: “A santidade é o melhor programa de reforma”!

Transbordando de amor por Maria, seus oito Sermões em louvor à Santíssima Virgem estão entre as mais belas páginas da literatura cisterciense. No próximo post publicaremos seu sermão para a festa de Nossa Senhora Rainha, que celebramos recentemente.

Amadeu de Lausanne faleceu a 27 de agosto de 1159, rodeado pelo povo e em fama de grande santidade. No calendário monástico sua memória litúrgica é celebrada no dia 30 de agosto. ⊕


1 O mosteiro de Bonnevaux foi fundado em 1117 e é a sexta fundação da Abadia de Cister, a casa-mãe da Ordem Cisterciense. Durante a revolução francesa a comunidade foi dissolvida, e os monges expulsos. Recentemente o mosteiro, parcialmente em ruínas, foi adquirido pela Comunidade Mundial de Meditação Cristã (World Community for Christian Meditation, fundada pelo monge beneditino inglês D. John Main, 1926–1982) e está sendo restaurada pelos membros e amigos da Comunidade ao redor do mundo, em regime de voluntariado. Bonnevaux se tornará assim a futura sede da Comunidade, que lá estabelecerá uma “Aldeia Contemplativa” (Contemplative Village). Visite a página: www.bonnevauxwccm.org

2 O mosteiro de Hautecombe, casa-filha de Claraval, hoje é o centro de uma nova comunidade francesa chamada Chemin Neuf (Caminho Novo).


Leia também:

4 comentários sobre “S. Amadeu de Lausanne (1110-1159), o monge trovador da Santíssima Virgem

  1. Pingback: Homilia de S. Amadeu de Lausanne para a festa do Reinado de Maria | O Caminho Cisterciense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s