“Éramos incompletos e não sabíamos”: Homilia da entrada de Irmão Charbel no Postulantado

Ingresso no Postulantado de Irmão Charbel, do Mosteiro Nossa Senhora do Novo Mundo | 31 de julho de 2018

Homilia de D. Bernardo Bonowitz, Abade

Em seu livro Moradas, Santa Teresa d’Ávila diz que um momento marcante na vida espiritual é o momento da troca de presentes. Antes, Cristo e o cristão já se conheciam, cada um até que podia dizer ao outro “O seu rosto não me é estranho”… mas ainda não havia chegado o momento de fazer um gesto, o gesto de um presente, o gesto que compromete porque todo presente é símbolo material do dom de nós mesmos a um outro. Ao ingressar no postulantado, Irmão Charbel, você faz de si mesmo, de uma forma inicial mas real e valiosa, um presente para Cristo. Quando nesta cerimônia você receber o hábito de postulante de Cister, estará lhe dizendo por este gesto: “Eis me aqui. Estou à Vossa disposição”.

De uma forma misteriosa, você se doa a Cristo pela acolhida da vida d’Ele dentro de sua. Ele quer comunicar-lhe Sua mente, Seu espírito, Suas motivações e atitudes, Seu comportamento (não estou inventando; está tudo nos Evangelhos). De sua parte, o maior presente que você pode dar-lhe é o seu “Sim” à infusão de toda esta riqueza. Ele lhe comunicará o tesouro de sua pessoa na palavra bíblica e nos sacramentos, na liturgia, na vida dos irmãos; e o presente que ele “postula” de você – pois nesta cerimônia Cristo é também um postulante, aquele que pede com insistência e desejo – é que você deixe tudo isso surtir efeito e dar fruto. Às vezes, isto não é fácil, pois há em nós resistências a esta “invasão”, sobretudo porque Cristo é um outro, e muitas vezes é difícil ceder espaço ao outro, especialmente espaço interior, espaço sumamente pessoal. Esta será a oportunidade e o apelo ao seu amor: deixar Cristo entrar e viver em você e através de você. Não se preocupe com o pensamento que ele quer apagar a sua individualidade e substituí-la pela d’Ele. De jeito nenhum. O que Cristo mais deseja é que você seja você, que o Irmão Charbel seja plenamente o Irmão Charbel. Acontece que ninguém chega a realmente ser si mesmo, a não ser por união com Jesus.

Santa Teresa entendia bem, como boa cenobita que era, que esta troca de presentes com Cristo se realiza no contexto da troca de presentes com a comunidade. Nada mais longe da verdade do que pensar que a amizade com a comunidade diminui a nossa intimidade com Cristo. De fato, é na profunda pertença à comunidade que os nossos laços com Cristo se estreitam. Cristo não fica ciumento quando nos abrimos à comunidade; ao contrário, Ele fica frustrado quando nos fechamos aos irmãos. E mais uma vez, o processo funciona do mesmo jeito: isto é, você se dá à comunidade ao abrir-se à vida da comunidade e da Ordem dentro de si: sua tradição, sua vivência, seu dinamismo, seu bom zelo, isto é, sua prontidão em aceitar, tolerar, privilegiar, amar os irmãos, de formar uma verdadeira comunhão para com eles.

Ao mesmo tempo, você estará imprimindo na comunidade uma nova faceta que ela não tinha antes. Podemos dizer assim: agora que o Irmão Charbel chegou, a comunidade nunca será a mesma! Claro que não, porque até agora faltava este fio na tapeçaria. Éramos incompletos e não o sabíamos. É a inserção deste novo fio que nos mostra que antes algo nos faltava, mas não mais. Pode soar ousado, mas acredito que é mais ou menos a mesma coisa com Cristo. Antes da vestição de nosso Irmão Charbel, Cristo era (de forma misteriosa) incompleto. Não são somente as tribulações de Cristo que completamos em nossa carne; é a própria pessoa de Cristo – cabeça e membros – que completamos com a nossa identidade, a estatura de Cristo em sua plenitude.

Nós nos alegramos por sermos as testemunhas deste momento – testemunhas, intercessores e colaboradores. E contamos com a intercessão da Virgem Maria e de São Charbel Makhlouf.  Amém.

auspice maria

São Charbel Makhlouf, rogai por nós.

St-charbel-620x420

São Charbel Makhlouf (1828-1898) foi um monge eremita libanês, também chamado de “o Padre Pio do Oriente”, foi um dos santos mais extraordinários da história da Igreja. Para saber mais, recomendamos a aula do Padre Paulo Ricardo: A vida extraordinária de São Charbel Makhluf

9 comentários sobre ““Éramos incompletos e não sabíamos”: Homilia da entrada de Irmão Charbel no Postulantado

  1. Muito bom saber, que podemos contar com tanto conhecimento do abade, com uma homilia tão rica em graça e espiritualidade. Parabéns ao irmão Charbel, pela a entrega ao caminho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Meu amigo e irmão Charbel. Quanta felicidade por ti! Se rezo por ti, rezo por todos os irmãos deste mosteiro e por toda a igreja, pois somos um em Cristo Nosso Senhor. Grata pela partilha desta belíssima homilia! 🙏 São Charbel te fortaleça e te conduza nestas águas profundas. Um fraterno abraço! 🙏🕇Ⓜ

    Curtido por 2 pessoas

  3. Gratidao a Deus pelo irmao Charbel. Ele sempre permanecera em meu coracao e minhas oracoes. Somente uma alma de amigo ama assim…! Guardo em meu coracao a intencao mais pura e sincera por ti. Abraco de paz. Deus o abencoe!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s